Translate

quarta-feira, 10 de março de 2010

Bonita, mas ordinária

De Curitiba

Muito bonita e exuberante a ponte que unirá a Ponta da Praia ao Guarujá, cujo projeto foi apresentado pelo governador de São Paulo, José Serra, nesta terça-feira, 9 de março, em agenda oficial em Santos.

Vai custar R$ 700 milhões.

O problema não é nem o custo nem a aparência.

O incoerente é a prioridade que vai se dar a um empreendimento desse.

Não que a circulação entre Santos e Guarujá não beire o caos, principalmente em finais de semana, feriadões e temporada, e não exija intervenção urgente.

Mas, ora, você já deve ter lido e escutado teorias e discursos aos montes sobre o que realmente é a solução para o trânsito cada vez mais congestionado nas médias e grandes cidades e para a poluição urbana: o investimento em transporte coletivo, não em transporte individual.

E a ponte projetada pelo Governo de São Paulo vai  justamente de encontro ao que se prega. O dinheiro público será aplicado, mais uma vez, no estímulo ao transporte individual.

Santos e região metropolitana há mais de uma década, desde os tempos do governo do finado Mário Covas, esperam que saia do papel o projeto do metrô leve.

Os R$ 700 milhões, portanto, devem ser destinados sim a uma ponte, sobre qual, porém, trafeguem veículos leves sobre trilhos, não poluentes, em vez de automóveis que engarrafam e lançam fumaça sobre a divina paisagem retratada na foto acima.

Um comentário:

  1. Oi! Não esqueça que agora tenho outro blog. Passe lá!
    Bjs,

    Ronise

    ResponderExcluir